Arquivo da categoria ‘Canetas’

Canetas promocional personalizada ou esferográficas são um tipo de caneta cuja tinta umedece uma esfera rolante que desliza sobre a superficie.Caneta esferográfica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Ponta de uma caneta esferográfica

Na evolução da caneta, o uso de uma esfera na ponta possibilitou um avanço que popularizou o uso deste instrumento de escrita, ao tempo em que substituía com vantagem a caneta-tinteiro.

O que mudou com a invenção da caneta?

Com a invenção da caneta as pessoas passaram e escrever cartas, postais e livros.Hoje em dia a caneta é usada nas escolas para escrever apontamentos e fazer testes.

A História da caneta.

Propaganda comercial numa revista argentina de 1945, promovendo a primeira Birome.

O conceito de uma caneta esferográfica remonta à patente registrada por John J. Loud em 30 de Outubro de 1888. Tratava-se de um produto destinado a marcar couros e não foi explorado comercialmente.

Posteriormente, o jornalista húngaro László Bíró inventou a primeira caneta esferográfica, na década de 1930. Ele havia percebido que o tipo de tinta utilizada na impressão de jornais secava rapidamente, deixando o papel seco e livre de borrões. Imaginou então criar uma caneta utilizando o mesmo tipo de tinta. Entretanto, a tinta, espessa, não fluia de maneira regular e ele teve de projetar um novo tipo de ponta para a sua caneta. Conseguiu-o através da montagem de uma pequena esfera nessa ponta. A inovação era prática: enquanto a caneta corria pelo documento, a esfera girava no interior do bico, coletando a tinta do cartucho e depositando-a sobre o papel; complementamente, vedava o reservatório, impedido que a tinta secasse (provocando entupimento da caneta) ou vazasse. Laszlo Biro e seu irmão Georg (um químico), entraram com um pedido de patente da sua caneta esferográfica em seu país natal, a Hungria, na França e na Suíça em 1938.

Com a eclosão da Segunda Guerra Mundial, para fugir às perseguições nazistas em seu país, Laszlo e Georg tiveram que deixar a Hungria e receberam a patente em Paris. Tendo Laszlo encontrado-se ainda em 1938, com um Argentino na Iugoslávia, tendo este ficado impressionado com a invenção, convidou-o a radicar-se naquele país sul-americano. Quando instado, o estranho apresentou-se como Agustín Pedro Justo, Presidente da Argentina. Recém-chegados ao país com a ajuda de um amigo chamado Meyne, os irmãos fundaram a companhia “Biro y Meyne” em 10 de Junho de 1940, requerendo uma patente argentina em 10 de junho de 1943.

Durante a Guerra, o Governo britânico adquiriu os direitos de licenciamento desta patente dentro do chamado “esforço de guerra”. A Royal Air Force necessitava de um novo tipo de caneta, que não permitisse o escapamento de tinta em altitudes, nos aviões de caça, como as canetas-tinteiro (tinta-permanente). O bom desempenho das novas canetas para a RAF trouxe sucesso ao inventor e ao seu produto.

Em 1944 Laszlo Biro vendeu a patente do seu invento para o norte-americano Eversharp-Faber pela quantia de dois milhões de dólares, e, na Europa, ao francês Marcel Bich.

Nos Estados Unidos, a primeira caneta esferográfica a ser produzida comercialmente, que substituiria a caneta-tinteiro com sucesso, foi apresentada por Milton Reynolds, em 1945. Também se baseava em uma pequena esfera que liberava uma tinta pesada e gelatinosa sobre o papel. As canetas Reynolds foram divulgadas à época como “a primeira caneta que escreve debaixo d’água“, tendo sido vendidas dez mil unidades quando de seu lançamento. A marca era impressionante, uma vez que cada unidade custava cerca de US$ 10, custo devido, principalmente à nova tecnologia.

Na Europa, as primeiras canetas esferográficas acessíveis foram produzidas em 1945, por Marcel Bich, cujo mérito foi o do desenvolvimento de um processo industrial de fabricação que reduzia significativamente o custo das canetas por unidade. Em 1949, essas canetas foram lançadas comercialmente sob o nome “Bic”, uma abreviação do seu sobrenome, e que era fácil de lembrar pelo público. Dez anos mais tarde, as primeiras canetas “Bic” eram lançadas no mercado norte-americano.

A princípio os consumidores norte-americanos relutaram em comprar uma caneta “Bic”, já outras modelos de canetas esferográficas haviam sido lançadas sem sucesso no mercado dos EUA por outros fabricantes. Para vencer essa relutância do público, a “Bic” veiculou uma campanha em rede nacional de televisão para informar que a caneta esferográfica “escreve logo de cara, sempre!” e que seu preço era de apenas US$ 0,29. A “Bic” também veiculou anúncios televisivos que mostravam as suas esferográficas canetas sendo disparadas de espingardas, amarradas a patins de gelo e até montadas sobre britadeiras. Após um ano, a concorrência forçou a queda dos preços para US$ 0,10 por unidade. Atualmente a empresa fabrica milhões de canetas esferográficas por dia, atendendo todo o planeta.

As diferentes formas de propaganda
Como os métodos usados em propaganda podem resultar em vendas para sua empresa
De acordo com a Associação Americana de Propaganda, propaganda é a mensagem divulgada em veículos de grande penetração (TV, rádio, revistas, jornais, etc.) e patrocinada (paga) por um anunciante que tem por objetivo criar ou reforçar imagens ou preferências na mente do consumidor, predispondo-o favoravelmente em relação ao produto, serviço ou empresa patrocinadora.
Serviços gráficos, brindes, canetas, imãs de geladeira, estas são formas diretas de atingir o seu cliente final com custo baixo e resultado garantido, a Gráfica MaviclePromo está ai para lhe ajudar a colocar a sua marca a frente do seu cliente final.

Uma boa propaganda tem algumas características básicas, tais como:

– Proporciona orientação para o consumidor;

– Concentra-se em uma só ideia vendedora (ênfase no benefício mais importante);

– Apresenta ideia competitiva e singular (contém um benefício, uma qualidade ou quantidade única, diferenciada);

– Envolve o consumidor (capta e mantém a atenção do consumidor, além de trabalhar sua motivação);

– Deve ser crível e sincera (se é verdadeira e soa verdadeira, o consumidor sente que o anunciante é honesto. O exagero e a fantasia valem, mas não devem tentar enganar);

– Deve ser simples, clara e completa (não deixa mal-entendido);

– Associa a ideia vendedora (benefícios) à marca (registra claramente a marca e a amarra ao benefício);

– Incrementa as vendas (estabelece forte desejo de compra);

– Deve aproveitar bem o veículo de comunicação (propaganda eficiente usa o veículo certo para o seu propósito).

Quando a propaganda é mais eficiente

Ao investir em propaganda, a empresa deve estar atenta à relação custo-benefício que ela trará. É preciso que ela seja eficiente para alcançar os objetivos preestabelecidos, e essa eficiência é alcançada quando:

– Há um conhecimento mínimo do comprador em relação produto anunciado;

– As oportunidades de diferenciação do produto são fortes;

– O produto tem aspectos que o comprador não consegue observar normalmente;

– As vendas do setor estão ascendentes, e não estáveis ou decadentes.

Cuidados básicos ao planejar a ação de propaganda

A empresa, ao investir em propaganda, deve ter alguns cuidados quanto:

– À missão – quais são os objetivos da propaganda?

– Ao recurso empregado – quanto deve ser gasto em propaganda?

– À mensagem – que tipo de mensagem e estratégia criativa serão usadas?

– Ao planejamento – como deve ser determinada e alocada a verba de propaganda durante o ano?

– À análise – como avaliar o retorno do investimento em propaganda?

Canais tradicionais de divulgação

Existem formas de divulgar uma empresa ou produto que já estão estabelecidas e garantem uma dose de segurança nos resultados que se deseja obter
O primeiro e mais barato meio para a divulgação de um produto é o infalível boca a boca. Para ele surtir efeito, o produto/negócio precisa falar por si, vender-se sozinho. Depois de esgotar o potencial da comunicação interpessoal, o empresário pode investir em meios de comunicação de massa. Com eles, a empresa atinge um número maior de pessoas e/ou empresas e marca presença mercadológica em várias praças simultaneamente.

As opções pra investimento em marketing e meios de comunicação de massa se dividem em:

Em Primeiro lugar falaremos sobre os produtos que atingem diretamente o seu consumidor.
 Serviços gráficos e material promocional, a utilização dos produtos gráficos, tais como imãs de geladeira, panfletos, folders, brindes, calendários, canetas entre outros, atingem diretamente o seu público alvo, pode ser distribuído na própria loja, pode ser entregue nos comércios e residências locais, nas áreas de interesse.
 Trazem um retorno direto e ficam sempre a vista dos seus clientes potenciais gerando um retorno rápido e direto.
 Fortaleça a sua marca no mercado com baixo investimento, diferente de outras mídias que falaremos abaixo.
 É ai que a Mavicle-Promo entra, uma gráfica que busca colocar a sua marca a frente, focada em fazer a sua empresa se destacar, a Gráfica Mavicle está capacitada a desenvolver grandes projetos para a divulgação e para destacar a sua empresa ou rede no próximo ano, podemos agora já desenvolver um projeto de marketing para todo o ano que trará resultado certo.

1) Mídia eletrônica – TV, rádio, internet e cinema. São meios usados para construir a imagem da empresa e atingir uma grande quantidade de pessoas. Vantagens e desvantagens de algumas delas:

TV

– Vantagens:

Meio audiovisual de grande impacto, elevada eficácia e custo de contato muito baixo, demonstração do produto, cobertura em nível nacional, elevados níveis de qualidade e de penetração em todos os segmentos da população, flexibilidade, além de resultados rápidos em termos de cobertura e impacto.

– Desvantagens:

O tempo de vida de um spot televisivo é curto elevados custos de produção, planejamento de longo prazo dificuldade em alcançar um alvo muito específico.

Rádio

– Vantagens:

Custo por contato muito baixo, prazos curtos de produção, rápida concretização do planejamento, permite segmentar o público-alvo, elevados índices de repetição e exploração musical. Além disso, é um excelente meio no que diz respeito ao contato direto com o público.

– Desvantagens:

Fraca demonstração e identificação com o produto, e ainda proporciona níveis de cobertura muitos baixos, sendo que os elevados níveis de repetição provocam o rápido esgotamento da comunicação utilizada.

Internet

– Vantagens:

Possibilidade de segmentação em nível comportamental e comunicação interativa, e rápida evolução em se tratando de penetração no público-alvo.

– Desvantagens:

Ausência de dados rigorosos e mais detalhados sobre os clientes em potencial.

Cinema

– Vantagens:

Meio de grande impacto, com proximidade da possibilidade do consumo, e a possibilidade de presença não tradicional e predisposição favorável do alvo.

– Desvantagens:

Fraco nível de penetração com relação a diferentes camadas sociais.

2) Mídia impressa – 
São os jornais, as revistas e os outdoors. Com exceção do outdoor, jornais e revistas contam com um maior envolvimento do leitor.

Jornais e revistas

– Vantagens:

Possibilidade de cobertura em nível nacional, maior tempo de exposição, flexibilidade em termos de regionalização, possibilitando a segmentação e variedade de formatos e localizações. Os meios permitem ainda utilizar o receptor como veículo informativo e não exige um orçamento elevado para um mínimo de impacto.

– Desvantagens:

Custos elevados, maior diversificação de suportes selecionados, para garantir um mínimo de cobertura; elevado custo por contato, eobriga um planejamento de longo prazo, devido à saturação publicitária e condicionamentos de ordem técnica, como, por exemplo, baixos índices de cobertura em alguns segmentos da população.

Outdoor

– Vantagens:

Elevados níveis de repetição, excelente meio de lembrança da comunicação utilizada em outros meios, flexibilidade em termos de regionalização, dimensão e forma, como cartazes, painéis rotativos, zepelins, etc.

– Desvantagens:

Elevados custos de produção, exige um planejamento de longo prazo, devido às necessidades técnicas de produção. Meio fraco para veiculação de mensagens publicitárias sofisticadas.

3) Marketing direto – 
Pode ser feito por meio de mala direta (catálogos, folhetos, fôlderes, cartas, etc.), TV direta, jornais e revistas dirigidos, telemarketing, banco de dados.

– Vantagens:

Possibilidade de contato direto, pró-ativo e personalizado com o público-alvo; elevada possibilidade de segmentação do alvo a ser atingindo. A eficácia nos resultados obtidos é conseguida por meio da utilização de técnicas específicas de comunicação.

– Desvantagens:

Escolha limitada dos alvos a serem atingidos, condicionamentos técnicos de produção obrigam um planejamento de longo prazo e grandes lacunas de listagens em alguns segmentos populacionais.

4) Assessoria de imprensa – Desperta o interesse dos veículos de comunicação sobre os produtos e/ou serviços da empresa. Entretanto, é preciso alcançar um maior grau de maturidade em marketing. Não é um meio prioritário para a pequena empresa.

5) Relações públicas – O contato estreito com a comunidade local desperta simpatia para com sua empresa, por meio de iniciativas como patrocínios para times de futebol, quermesses, etc.

6) Promoção de vendas – 
Degustação, amostras, estandes em feiras, concursos, sorteios, brindes, faixas, adesivos, ímãs de geladeira, encartes, Displays. As promoções são ações de curto prazo, por isso precisam ser feitas constantemente para ter a imagem de sua empresa reconhecida no mercado. No entanto, atenção para a legislação em vigor. Existem lugares onde toda e qualquer propaganda é vetada. Consulte um advogado e verificar os lugares que permitem a realização de propaganda.

O consumidor de Fortaleza quer segurança e comodidade no feriado de Carnaval. Bom para os serviços de delivery

Não são apenas os foliões que aumentam o consumo no período momino. Quem planeja permanecer em Fortaleza e aproveitar o feriado para descansar também vai garantir o movimento da economia local. Os estabelecimentos que possuem serviço de entrega em domicílio, ou delivery, já contam com o lucro garantido. De acordo com enquete realizada no portal do Diário do Nordeste, no último dia 25 de janeiro, 53,40% da população de Fortaleza irão ficar em casa neste Carnaval. Apenas 32,55% pretendem viajar e 14,06 estão indecisos.

O resultado segue a tendência demonstrada na pesquisa sobre o potencial de consumo do fortalezense durante o Carnaval, que foi realizada pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio (IPDC), no ano passado. Na época, o levantamento apontou que 60,82% dos entrevistados iriam permanecer em Fortaleza durante o Carnaval e 47, 83% estavam decididos a passar o feriado descansando.

Segundo Alex Araújo, superintendente do IPDC, devido ao período Carnavalesco ter ficado muito próximo ao início do ano, o Instituto não realizou a edição 2008 da pesquisa, mas o comportamento de 2007 tende a se confirmar este ano. O fato é que não são só números oficiais que confirmam o sucesso do delivey nessa época do ano. Motivados pela comodidade e maior segurança dos clientes, em função da crescente violência urbana, setores como farmácia, supermercado, locadora de filmes ou quem trabalha com alimentação reforçam o serviço de entrega em domicílio garantindo o incremento das vendas no período.

A demanda pelo serviço chega a crescer 40% na Distrivídeo da Avenida Antônio Sales, conforme a proprietária, Cláudia Arraes. ´Muita gente já deixou os títulos separados para fazermos a entrega no primeiro dia do feriado. Temos aqui seis motoqueiros, que nessa época não param na loja para dar conta de todos os pedidos. Os pedidos são tantos que o telefone não para. Vamos funcionar todos os dias para conseguir atender a clientela´, declara ela.

Na Pizzaria Pastelaria Friends, localizada na Avenida Godofredo Maciel, no bairro da Parangaba, a situação não é diferente. O estabelecimento que fornece refeições, pizzas, pastéis e sanduíches costuma vender o dobro no Carnaval. ´Muitas pessoas que ficam em Fortaleza mesmo durante o Carnaval, preferem descansar e não vão para a cozinha. Eles também pedem lanches para comerem enquanto assistem filmes em casa´, explica o atendente Daniele Carvalho.

SUPERMERCADOS E FARMÁCIAS

Salário estimula compra no período

Os supermercados também esperam amplias as vendas e, em conseqüência, a entrega em domicílio neste Carnaval. A expectativa de incremento chega a 30% para alguns estabelecimentos, segundo Fabiano Cavalcante, secretário executivo da Super Rede. Para ele, o otimismo é maior este ano devido o Carnaval ficar mais próximo ao fim do mês.

´As pessoas recebem o salário nas vésperas do Carnaval e isso estimula a comprarem mais para a data, mas o comportamento varia de acordo com a localização da loja. As lojas da periferia se mantém aquecidas por todo o período, mas as que ficam na Varjota ou no Cocó, por exemplo, costumam vender mais na véspera do feriado, já que o cliente antecipa as compras para viajar´.

O boom de compras nos dias que antecedem o Carnaval também acontecem na rede de Farmácias Pague Menos. ´Nossa média de incremento nos pedidos por telefone cresce em média 10%. Costumamos reforçar na mesma proporção o quadro de motoqueiros terceirizados, que fazem as nossas entregas. Os dias de maior movimento são a quinta e a sexta-feira antes do Carnaval. Já do sábado a terça-feira as vendas caem um pouco. Mesmo assim, nos dois últimos dias, a participação do delivey no faturamento da empresa chega a 30%. Os horários de pico dos pedidos são até 11 horas da manhã e depois das 17 horas´, afirma Tiller Marinho, gerente de Delivery da Pague Menos.

Fonte:http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=508958

Clique no link abaixo e acesse o arquivo PDF criado pelo Sebrae, no qual da dicas sobre campanha de marketing.

Para aumentar o seu Delivery a melhor forma é utilizando primeiramente o imã de geladeira ele lhe trará o melhor resultado em seguida muitos outros produtos podem ser utilizados, brindes, canetas, panfletos, banners e muito mais, consulte-nos.

Clique aquiComo-Elaborar-Campanhas-Promocionais